Skip to Menu Skip to Search Contate-nos Mozambique Websites & Idiomas Skip to Content

Testes de carbonização de laboratório e em escala piloto são usados para avaliar carvões de coque e misturas de carvões de coque antes do teste em fornos de coque comerciais. Entender as características exatas do seu carvão de coque conduz à operação segura e ideal de suas instalações de coqueamento. A SGS conduz testes líquidos de carbonização de carvão, testes de pressão de coqueamento de carvão e testes de misturas de carvão de acordo com o ASTM, ISO e outros padrões internacionais.

A SGS tem a capacidade técnica global para avaliar de forma precisa a qualidade geral do seu carvão através dos testes de carbonização. Oferecemos um rápido tempo de resposta e resultados imparciais e confiáveis de nossos laboratórios, que se situam de forma conveniente nas principais regiões produtoras de carvão em todo o mundo.

Os especialistas técnicos da SGS podem usar os resultados do teste de carbonização para avaliar o desempenho do seu carvão e de suas misturas de carvão em fornalhas de coque de subproduto. As características do carvão que testamos incluem a facilidade de empurrar a massa de coque da fornalha, a pressão de coqueamento e a qualidade do coque resultante. Temos o equipamento e a experiência para conduzir uma variedade de testes padrão do setor para determinar a expansão/contração, propriedades plásticas e aglomeração da sua amostra. Nossos testes de carbonização de carvão incluem

  • Fornalha única aquecida (SHO)

    Testes realizados em fornalhas únicas aquecidas avaliam as tendências de contração ou expansão do carvão ou misturas de carvão, ao serem aquecidos sob condições controladas. A equipe técnica da SGS gera dados que lhe ajudarão a formular as misturas de carvão específicas necessárias para produzir coque de alta qualidade.
  • Fornalha de teste de pressão (PTO) de 30 libras

    Os laboratórios de teste da SGS incluem uma fornalha de teste de pressão de 30 libras com dois programas de aquecimento controlados por computador. A nossa equipe técnica usa esse equipamento para conduzir um programa de 3 horas para determinar a pressão de parede máxima gerada pela amostra de carvão em expansão, e um programa de 7 horas usado para gerar coque para testes de força de reatividade e pós-reação. A alta pressão de coqueamento pode danificar as paredes em fornalhas para subprodutos de coque. A SGS usa a PTO como uma ferramenta de crivação e comparação para fornecer dados que lhe ajudarão a avaliar os carvões de coque de volatilidade média e baixa.
  • Teste de fornalha de parede móvel

    A fornalha de parede móvel de 18' da SGS suporta uma carga de 650-750 libras de carvão para testar misturas de carvão novas ou modificadas. Essa fornalha produz coque do tamanho e quantidade adequados para testes físicos de coque, como estabilidade, dureza e CRI/CSR. Também testamos e medimos as pressões do gás da parede e interno durante os procedimentos.

Os resultados dos testes de carbonização da SGS permitem que você selecione o carvão ou mistura de carvão que produzirá coque de máxima qualidade. O uso do carvão ou mistura de carvão correta assegura a operação instável da instalação e reduz os custos operacionais. Você pode confiar nos resultados dos testes de carbonização de carvão da SGS, líder na análise de carvão e coque.