Skip to Menu Skip to Search Contate-nos Mozambique Websites & Idiomas Skip to Content

A mineralogia de alta definição da SGS automatiza a identificação de minerais por indicador, química e coleta de dados.

Nossa varredura rápida de minerais indicadores (RIMSCAN) utiliza amostras menores que os métodos tradicionais, e oferece uma identificação totalmente automatizada, rápida e objetiva do conjunto completo de minerais indicadores (minerais indicadores de kimberlito e base de metal, ouro, urânio, etc.).

Métodos de mineral indicador são uma ferramenta eficaz utilizada na exploração mineral. Os concentrados de minerais pesados (CMP) são tradicionalmente recuperados a partir de amostras grandes e convencionais de tilito e solo para garantir a recuperação de minerais essenciais. No passado, os CMPs eram demorados e utilizavam + 250 frações µm. No entanto, mais de 60 % da população de minerais indicadores ocorre nas frações mais refinadas, que são mais trabalhosas para pegar. Com a RIMSCAN, mesmo o material mais refinado pode ser rapidamente examinado quanto ao seu conteúdo completo de minerais, e mais informações podem ser geradas (por ex., abundâncias de minerais, distribuição de massa de minerais e tamanho de partículas).

Preparação da amostra

Ao contrário dos procedimentos tradicionais que necessitam uma amostra de 20 a 30 kg, o RIMSCAN trabalha com uma amostra menor (0,5-2 kg). Uma sub-amostra disso pode ser submetida a análise geoquímica, deixando ainda material suficiente para o RIMSCAN. As frações de maiores dimensões podem ser utilizadas durante o processamento de minerais indicadores de kimberlitos.

Vantagens do RIMSCAN

  • Identificação rápida, objetiva e totalmente automatizada do conjunto de minerais indicadores (minerais indicadores de kimberlito, minerais indicadores de metal de base, ouro, urânio, etc.).
  • A identificação de minerais é objetiva e não depende das capacidades do observador.
  • A recuperação de minerais indicadores é quantificada.
  • É criado um registro digital permanente da população de minerais.
  • A análise mais aprofundada dos coeficientes de configuração pode fornecer uma medida objetiva do transporte ou do grau de arredondamento.
  • Esta metodologia é válida para amostras ou até para solos de qualquer terreno.
  • É possível obter um retorno muito rápido, desde que as determinações sejam automatizadas.
  • As amostras de tamanho pequeno reduzem os custos de transporte e de processamento.
  • A análise dos produtos químicos pode ser feita através da divisão da amostra.
  • A amostra preparada pode ser utilizada em uma análise adicional através do plasma indutivamente acoplado por ablação a laser ou de microssonda eletrônica (espectrometria de massa (ICP-MS)).

Saída de dados

Dezenas a centenas de milhares de pontos de dados são coletados em cada seção durante a análise RIMSCAN. Dependendo dos requisitos do programa, existe a possibilidade de vários tipos de medição, e a saída pode ser adaptada para os objetivos individuais do projeto.

Por exemplo, o RIMSCAN permite o cálculo de abundâncias modais precisas e distribuições em tamanhos de grãos dos minerais individuais. Mapas detalhados de partículas de cada mineral identificado também podem ser criados para mostrar abundâncias de minerais, relações, distribuições de tamanhos de grãos, etc.

O RIMSCAN, inovação técnica da SGS, oferece a capacidade de reunir dados estatisticamente precisos sobre frações grossas e finas de amostras de indicadores minerais utilizando a QEMSCAN, uma técnica mineralógica de alta definição extremamente rápida e precisa. Para uma vantagem competitiva real, tenha o RIMSCAN trabalhando para você e melhore a sua delimitação das áreas-alvo e a velocidade de lançamento no mercado.