Skip to Menu Skip to Search Contate-nos Mozambique Websites & Idiomas Skip to Content

Os Rolos de Moagem de Alta Pressão (HPGR) são uma tecnologia consolidade que comprovadamente reduz os custos de capital e operacionais em plantas em escala real, quando comparada com outras tecnologias de fragmentação.

Os especialistas em fragmentação da SGS desenvolveram uma metodologia de teste simples para evitar algumas das dificuldades associadas ao uso do HPGR.

Os HPRG vêm sendo usados há muitos anos e estão emergindo como uma alternativa energicamente eficiente aos circuitos de fragmentação convencionais e AG/SAG. Uma das características interessantes de HPGR é sua capacidade de produzir uma distribuição por tamanho das partículas com uma quantidade maior do que a normal de refinados, reduzindo assim a necessidade energética dos moinhos de bolas à jusante. Isso torna inadequado o uso de análises padrão de moinhos de bolas baseada no K80, a não ser que sejam feitas correções. (Este problema é compartilhado pelos circuitos AG/SG.)

A forma mais adequada de contornar este problema de dados é executar todo o circuito em escala piloto e analisar os dados com base na potência geral aplicada em kWh/t. Isto requer uma quantidade razoável de amostras, e as dificuldades inerentes à realização da planta-piloto tornam difícil chegar a conclusões confiáveis.

O uso de um teste de laboratório em ciclo fechado, como o ensaio de moabilidade de moinho de bolas de Bond, foi proposto como uma alternativa para alcançar o mesmo objetivo de forma mais controlada e, mais importante, com uma amostra menor.

A SGS desenvolveu uma metodologia simples que se baseia no LABWAL HPGR de 0,25 m da Polysius, que tem um tamanho de amostra máximo de 12,5 mm. Vários testes HPRG são realizados para avaliar o efeito da pressão de operação e do conteúdo de umidade no desempenho do HPGR, e a entrada de energia na unidade é registrada.

O produto do HPRG, correspondente à melhor condição, é enviado para Normal 0 0 1 8 47 1 1 57 11.1539 0 0 0 teste de moabilidade de trituração de escórias de vínculo O ensaio de moabilidade de trituração de escórias de vínculo mede a dureza como um índice, independentemente do tamanho do material de alimentação, por isso não leva em conta os refinados adicionais. Portanto, o próprio índice é ignorado na análise e os resultados são avaliados em termos de taxa de transferência ou requisitos energéticos específicos.

A potência para o sistema HPGR pode ser comparada à de um circuito convencional, baseado nos índices de trabalho do moinho de barras e de bolas e na Terceira Teoria da fragmentação. A comparação de potência pode também ser feita com os moinhos AG/SAG. Esta metodologia só foi usada para definir a economia energética potencial do HPGR em pequenas escalas.

Realizamos testes HPGR em combinação com outros testes de laboratório e simulação de circuito. O uso de diferentes metodologias de procedimento de teste e projeto lhe oferece uma solução de viabilidade incomparável em seu rigor. Entre em contato para otimizar o projeto de fragmentação da sua jazida.