Skip to Menu Skip to Search Contate-nos Mozambique Websites & Idiomas Skip to Content

Os especialistas em fragmentação da SGS utilizam tecnologia comprovada, como testes triaxiais e uniaxiais, para documentar boa moabilidade.

O uso de diversas metodologias lhe oferece uma solução lucrativa incomparável em seu rigor.

Teste triaxial

O método de teste ASTM D 2850 determina a força de compressão não drenada e não consolidada de solos coesos em compressão triaxial. Este teste também é conhecido como um teste triaxial rápido.

Amostras de solo em uma condição não drenada (molhado) são colocadas sob compressão, mas com uma pressão limitante selecionada ao redor da amostra. O teste geralmente é executado três vezes em três diferentes pressões limitantes. A água não pode ser drenada a partir da amostra durante a compressão.

Este teste é geralmente executado em amostras de solo que são consideradas como iguais ou próximas da saturação completa quando carregadas, e que se espera que sofram um rápido carregamento de forma a não haver tempo suficiente para a drenagem e a consolidação do solo.

A força de compressão não drenada e não consolidada do solo é a tensão desviadora máxima, obtida durante o teste sob a pressão limitadora selecionada. Este método de teste também é útil para determinar as propriedades de resistência (não drenada) a pressão total, tais como a coesão aparente e a relação pressão/tensão do solo.

A resistência ao cisalhamento determinada a partir do teste ,expresso em termos de tensões totais (condições não drenadas) ou tensões efetivas (condições drenadas), é comumente utilizada em análises de estabilidade de aterros, cálculos de pressão de terra e projetos de fundação.

Teste de compressão não confinada (uniaxial) (UCS)

O teste determina a força de compressão não confinada de uma amostra da rocha. Espécimes de núcleo de perfuração com média do comprimento ao diâmetro superior a 2:01 são cortados com uma serra de diamante para alcançar faces finais quase paralelas dentro de ± 0,025 mm.

O cilindro é então submetido a medições UCS dentro de um sistema de teste de material (MTS) controlado por servo eletrônico a taxas de carregamento de aproximadamente 10-5 s-1, até à falha do espécime. O carregamento de dados e outros parâmetros de teste são registrados através de um sistema de aquisição de dados baseado em computador, e a UCS é relatada.

Variáveis de força axial, deformação axial e deformação circunferencial também podem ser registradas como parte do procedimento para gerar o módulo de Young e coeficiente de Poisson.

A equipe de engenheiros experientes da SGS conduzirá os testes triaxiais e uniaxiais em conjunto aos outros testes de escala de laboratório. Entre em contato conosco para obter soluções rentáveis de redução do seu risco.